Os maiores volantes da história do futebol mundial

Compartilhe este conteúdo:

“Os maiores volantes da história do futebol mundial” – uma frase que evoca imagens de jogadores icônicos, cuja maestria no meio-campo transcende gerações e fronteiras. 

O papel do volante é crucial em qualquer equipe de futebol; é o equilíbrio entre a defesa e o ataque, a inteligência tática que muitas vezes opera nos bastidores, permitindo que os astros brilhem. 

Os verdadeiros admiradores do futebol sempre valorizaram o papel crucial desempenhado pelos volantes na estrutura de uma equipe. Eles são como a espinha dorsal, ligando diferentes partes para um desempenho eficiente. 

No papel defensivo, eles cortam os ataques do adversário, transformando a defesa em ataque em uma fração de segundos. No entanto, a magia da sua versatilidade não termina aí. 

Esses jogadores também trazem vigor ofensivo ao jogo — os seus chutes potentes de longa distância e a habilidade para virar o jogo são apenas partes do seu arsenal. 

Os volantes, muito conhecidos como médios defensivos ou meio-campistas defensivos, formam um dos mais fundamentais pilares de qualquer formação tática no futebol. 

Ocupando o coração do campo, esses jogadores contribuem tanto para a defesa quanto para o ataque. Seja distribuindo a bola de maneira criteriosa, recuperando-a das garras do adversário ou até mesmo marcando gols de longa distância, eles são indispensáveis. 

Esta é uma homenagem aos maiores volantes da história do futebol mundial.Nesta exploração apaixonante, mergulharemos nas carreiras brilhantes de alguns dos volantes mais lendários que o futebol já viu.

Os maiores volantes da história

Edgar Davids: o holandês incansável

Fonte: www.transfermarkt.com

Edgar Davids é um nome que ecoa no mundo do futebol, e não apenas devido à sua notável agilidade e apoio ao ataque, mas também por sua característica inconfundível – o uso de óculos, devido a um problema de glaucoma. 

O holandês é facilmente identificável por qualquer amante do futebol, e sua carreira foi repleta de conquistas e momentos memoráveis.

Davids, nascido em 13 de março de 1973, começou sua trajetória profissional no Ajax, um clube renomado da Holanda. Sua habilidade de recuperação de bolas, velocidade e agilidade eram características que o destacavam desde o início de sua carreira. 

Ele logo se tornou um jogador-chave no meio-campo, demonstrando uma determinação feroz em todas as partidas.

Sua jornada levou-o a alguns dos maiores clubes da Europa, incluindo o Milan, a Juventus e o Barcelona. Em cada um desses clubes, Davids deixou sua marca, contribuindo tanto defensivamente quanto ofensivamente. 

Sua versatilidade tornou-o inestimável para os treinadores, pois ele poderia desempenhar várias funções no meio-campo.

Davids também teve uma carreira internacional notável, representando a seleção holandesa em 74 jogos. Sua participação na Copa do Mundo de 1998, na França, foi marcante, e ele foi eleito o melhor volante do torneio, apesar de a Holanda terminar em quarto lugar. 

Sua presença enérgica no campo e sua capacidade de liderar o time eram inegáveis.

Além de sua atuação em Copas do Mundo, Davids conquistou vários títulos ao longo de sua carreira, incluindo três Eredivisie, duas Copas da Holanda, uma Liga dos Campeões, uma Copa da UEFA, três títulos da Série A italiana e uma Copa da Itália. 

Seu apelido, “The Pitbull,” dado pelo técnico Louis van Gaal, reflete sua determinação e estilo de jogo incansável.

Patrick Vieira: o volante versátil da França

Fonte: www.transfermarkt.com.br

Patrick Vieira, um nome incontornável no mundo do futebol, é mais do que um volante habilidoso; ele é um líder no campo. 

Nascido em 23 de junho de 1976 em Dakar, Senegal, Vieira fez uma jornada notável que o levou a se destacar na seleção francesa e em diversos clubes de prestígio.

A carreira de Vieira começou no Cannes, na França, em 1993, onde suas habilidades defensivas e sua visão de jogo excepcionais não passaram despercebidas. Logo, ele se transferiu para o AC Milan em 1995, mas foi na Inglaterra que ele atingiu seu auge.

No Arsenal, Vieira se tornou uma figura emblemática. Sua versatilidade era sua maior força, sendo tanto um marcador eficiente quanto um criador de jogadas. 

Ele conquistou a Premier League com os “Gunners” e foi uma peça fundamental na equipe, demonstrando liderança e controle no meio de campo.

A influência de Vieira se estendeu além das fronteiras do clube. Ele fez parte da seleção francesa que conquistou a Copa do Mundo de 1998 em casa e a Euro 2000. Seu papel como volante destruidor e distribuidor de passes foi vital para o sucesso da França.

Sergio Busquets: o maestro do meio-campo espanhol

Foto: (C)Getty Images

Sergio Busquets Burgos, uma peça vital na equipe do Barcelona e na seleção espanhola, é amplamente reconhecido como um dos melhores volantes do futebol contemporâneo. 

Sua inteligência tática e capacidade de leitura do jogo o elevam a um patamar único no mundo do futebol.

Busquets fez parte de um dos melhores times da história do Barcelona, sob o comando de Pep Guardiola, conquistando a UEFA Champions League em 2008/2009 e 2010/2011. 

Sua influência não se restringe apenas ao Barça, já que ele também desempenhou um papel essencial na seleção espanhola durante a conquista da Copa do Mundo de 2010 e da Eurocopa de 2012.

O que diferencia Busquets é sua capacidade de antecipação e sua leitura do jogo. Seu papel muitas vezes não é perceptível à primeira vista, mas é essencial para a estabilidade da equipe. 

Ele é um mestre na arte de roubar a bola dos adversários e iniciar os ataques, garantindo que o Barcelona e a Espanha mantenham o controle do jogo.

Até o momento, Busquets acumulou mais de 30 títulos como profissional, incluindo a UEFA Champions League, Campeonato Espanhol e Copas nacionais. 

Sua inteligência futebolística é um elemento crucial para sua equipe e é frequentemente subestimada. Sergio Busquets é uma figura indiscutivelmente influente na posição de volante, definindo o padrão para a nova geração de meio-campistas.

Paul Scholes: o maestro inglês do meio-campo

Fonte: www.transfermarkt.pt

Paul Scholes, um nome reverenciado no futebol inglês, é lembrado por sua habilidade incomparável no meio-campo. Ele foi uma parte integral do lendário Manchester United e uma figura de destaque na seleção inglesa.

Scholes fez sua estreia profissional no Manchester United em 1994 e jogou com os Red Devils até sua aposentadoria em 2013, com um breve retorno a pedido de Alex Ferguson. 

Ele é conhecido por sua capacidade excepcional de controlar o meio-campo, sua visão de jogo e sua habilidade de marcar gols de longa distância. 

Scholes era o equilíbrio da equipe de Ferguson, orquestrando o jogo com passes precisos e contribuindo com gols importantes.

Sua longa carreira no Manchester United o viu conquistar um impressionante número de 27 taças, tornando-se um dos jogadores mais bem-sucedidos do clube. 

Ele é o terceiro jogador com mais partidas com a camisa dos Red Devils e está entre os dez maiores artilheiros do clube, com 155 gols marcados.

Além de sua influência nos clubes, Scholes também deixou sua marca na seleção inglesa, representando o país em várias Copas do Mundo. Ele é lembrado por sua dedicação, paixão pelo jogo e seu incrível talento no meio-campo.

Andrea Pirlo: o maestro italiano do meio-campo

Foto: ©AFP/Getty Images

Andrea Pirlo é um nome que ecoa no mundo do futebol como um dos meio-campistas mais elegantes e habilidosos da história. Com passagens por clubes como Inter, Milan e Juventus, o italiano deixou uma marca indelével no futebol italiano e internacional.

Pirlo era sinônimo de visão de jogo, controle de bola, criatividade, precisão nos passes e a capacidade única de bater faltas com maestria. Junto com Siniša Mihajlović, ele detém o recorde de gols de falta na Serie A italiana. 

Sua capacidade de criar oportunidades e distribuir passes precisos o tornou um dos melhores meias da história.

Ao longo de sua carreira, Pirlo acumulou títulos notáveis, incluindo vitórias na Série A, na UEFA Champions League, na Copa da Itália e na Copa do Mundo. 

Seu impacto foi reconhecido internacionalmente, e ele esteve entre os principais candidatos a prêmios individuais, particularmente durante a década de 2000.

A elegância e a classe de Pirlo em campo, juntamente com sua capacidade de influenciar o curso de um jogo, fazem dele um verdadeiro maestro do meio-campo. 

Sua herança no futebol é uma inspiração para jogadores e fãs em todo o mundo, e ele permanece como uma figura icônica no esporte.

Frank Rijkaard: a lenda holandesa 

Fonte: www.ocuriosodofutebol.com.br

Frank Rijkaard é um dos maiores jogadores da história do futebol holandês e mundial. Ao lado de nomes como Ruud Gullit e Marco van Basten, Rijkaard deu protagonismo internacional à seleção holandesa e brilhou em clubes de renome.

Embora tenha começado sua carreira como zagueiro, Rijkaard se transformou em um volante exímio. Sua versatilidade era uma de suas maiores virtudes, permitindo-lhe dominar tanto o aspecto defensivo quanto o ofensivo do meio-campo. 

Com uma visão de jogo exemplar e a capacidade de avançar ao ataque, ele era o cérebro por trás de muitos ataques bem-sucedidos.

Rijkaard defendeu clubes como Milan e Ajax, onde conquistou cinco títulos da liga holandesa, três Copas da Holanda, dois títulos da Série A, uma Copa dos Vencedores das Copas e três títulos da Liga dos Campeões. 

Sua carreira internacional incluiu participações nas Copas do Mundo de 1990 e 1994, bem como o título da Eurocopa de 1988.

Rijkaard era conhecido por sua determinação, técnica e visão de jogo, que o destacavam como um dos maiores meio-campistas defensivos de todos os tempos. Além disso, sua capacidade de avançar e contribuir para o ataque impressionava. 

Com mais de 150 gols marcados por clubes em sua carreira, ele se destacou como um volante completo.

Frank Rijkaard é uma lenda do futebol, lembrado não apenas por suas conquistas, mas também por sua influência duradoura na posição de volante. Sua combinação única de habilidades o coloca entre os maiores da história.

Falcão: o maestro do meio-campo brasileiro

Fonte: www.lance.com.br

Falcão, carinhosamente apelidado de “Rei de Roma” por sua notável passagem pela equipe da capital italiana, é uma das figuras mais icônicas do futebol brasileiro. 

Ele desempenhou um papel crucial na histórica seleção brasileira da Copa do Mundo de 1982 e é amplamente considerado como o melhor volante daquela época.

O que destacava Falcão era sua elegância dentro de campo e sua inteligência tática. Ele não apenas desempenhava a função de marcador e recuperador de bolas, mas também era um organizador nato no meio-campo. 

Sua visão de jogo, seu passe qualificado e sua capacidade de chutar a gol eram características notáveis que o tornaram uma figura central no sucesso de suas equipes.

Ao longo de sua carreira, Falcão conquistou títulos importantes, incluindo campeonatos brasileiros, campeonatos gaúchos e títulos italianos com a Roma. Sua habilidade em campo o fez ser admirado tanto no Brasil quanto na Itália.

Falcão não era apenas um jogador talentoso, mas também um líder em campo. Sua capacidade de comandar o meio-campo e inspirar seus companheiros de equipe era uma das chaves para seu sucesso. 

Ele deixou uma marca indelével no futebol brasileiro e é lembrado como um dos melhores volantes da história.

Gérson: o canhotinha de ouro 

Fonte: www.ogol.com.br

Gérson, apelidado de “Canhotinha de Ouro,” é mais um brasileiro notável a figurar entre os maiores volantes da história do futebol. 

Ele desempenhou um papel fundamental na inesquecível seleção brasileira da Copa do Mundo de 1970, sendo eleito o segundo melhor jogador do torneio, atrás apenas de Pelé.

O que tornava Gérson tão especial era sua incrível capacidade de combinar efetivamente suas habilidades defensivas e ofensivas. Sua visão de jogo excepcional, controle de bola e chute forte com o pé esquerdo o destacavam como um jogador completo no meio-campo.

Ao longo de sua carreira em clubes, Gérson passou por equipes como Botafogo, Flamengo, São Paulo e Fluminense, deixando uma marca indelével em cada uma delas. 

Ele marcou mais de 120 gols em mais de 300 jogos, demonstrando sua versatilidade como meio-campista.

Gérson também vestiu a camisa da seleção brasileira em 87 partidas, contribuindo com 19 gols. Sua notável participação na Copa do Mundo de 1970 foi um dos pontos altos de sua carreira, e ele era um pilar central na equipe que conquistou o título.

Didi: o folha seca

Fonte: terceirotempo.uol.com.br

Didi, cujo nome verdadeiro era Valdir Pereira, é amplamente considerado um dos maiores volantes da história do futebol sul-americano. 

Ele disputou três Copas do Mundo com o Brasil (1954, 1958 e 1962), vencendo as duas últimas e sendo eleito o melhor jogador do Mundial de 1958, realizado na Suécia.

Conhecido carinhosamente como “Mr. Football” pela imprensa europeia, Didi era um mestre do meio-campo. 

Suas habilidades incluíam passes incrivelmente precisos, controle de bola, visão de jogo, grande resistência e força. Ele também é reconhecido como o inventor do famoso chute “Folha Seca,” uma técnica de cobrança de falta que o tornou lendário.

Além de sua atuação pela seleção brasileira, Didi defendeu as cores de times como Botafogo, Fluminense, Real Madrid e São Paulo. Ele deixou sua marca em cada equipe por onde passou, contribuindo tanto defensiva quanto ofensivamente.

A carreira de Didi foi repleta de títulos, incluindo campeonatos brasileiros, estaduais e internacionais. Sua inteligência tática e capacidade de liderança fizeram dele uma figura icônica no futebol brasileiro e mundial. 

Didi é lembrado como um verdadeiro maestro do meio-campo, cujo legado perdura como inspiração para as gerações futuras de jogadores.

Lothar Matthäus: o polivalente meio-campista alemão

Foto: AFP

Lothar Matthäus é incontestavelmente um dos melhores volantes da história do futebol. Ele é o jogador que mais disputou Copas do Mundo, com impressionantes 5 torneios, e é o recordista em jogos de Copa do Mundo, com 25 partidas. 

Sua longa carreira e versatilidade o destacaram como uma verdadeira lenda do esporte.

O alemão atuou por clubes de renome, como Borussia Mönchengladbach, Bayern de Munique, Internazionale e MetroStars. 

No Bayern e na Inter, ele viveu seu auge como meio-campista. Sua notável carreira foi marcada por passes precisos, desarmes eficazes, movimentação incansável e um chute forte.

A lista de títulos de Matthäus é impressionante: sete títulos da Bundesliga, três Copas da Alemanha, um título da Série A, dois títulos da Copa da UEFA, a Eurocopa de 1980 e a Copa do Mundo de 1990. 

Ele também foi homenageado com a Bola de Ouro em 1990 e recebeu o primeiro prêmio de Melhor Jogador do Mundo pela FIFA em 1991.

Matthäus era um líder dentro e fora de campo, e sua influência se estendia muito além do meio-campo. Sua capacidade de atuar em várias posições fazia dele um jogador polivalente e indispensável para qualquer equipe.

Xabi Alonso: o espanhol que ditou o ritmo no meio-campo

Fonte: placar.com.br

Xabi Alonso, um dos principais volantes da era contemporânea do futebol, encerrou sua carreira no Bayern de Munique, deixando uma marca indelével por onde passou. 

Com passagens de destaque pelo Real Madrid e Liverpool, ele conquistou títulos significativos e representou a seleção espanhola com distinção.

Alonso era conhecido por sua visão de jogo excepcional e habilidades de passe precisos. Ele desempenhou um papel crucial no meio-campo, atuando como um elo entre a defesa e o ataque. 

Sua capacidade de quebrar linhas com passes longos e seu controle do ritmo da partida fizeram dele um jogador essencial em qualquer equipe que defendeu.

Em sua carreira, Xabi Alonso levantou troféus como a UEFA Champions League, tanto com o Liverpool quanto com o Real Madrid, além de títulos de liga e copas nacionais. Ele também fez parte da equipe que conquistou a Copa do Mundo de 2010 com a Espanha.

Alonso era reconhecido não apenas por sua excelência em campo, mas também por sua liderança e profissionalismo. 

Sua contribuição para o futebol espanhol e para os clubes que defendeu é inegável, solidificando seu lugar como um dos melhores meio-campistas de sua geração.

Fernando Redondo: a elegância no meio-campo argentino

Fonte: www.dn.pt

Fernando Redondo é amplamente reconhecido como um dos meio-campistas mais clássicos do futebol argentino e mundial. Embora tenha brilhado principalmente em clubes, sua elegância em campo deixou uma impressão duradoura.

Redondo é mais conhecido por sua passagem pelo Real Madrid, onde conquistou inúmeros títulos, incluindo a Liga dos Campeões da UEFA e La Liga. Ele era um jogador de toque refinado, com controle de bola excepcional e habilidades de passe notáveis. 

Sua capacidade de interceptar jogadas e distribuir passes precisos era uma característica que o destacava como um meio-campista completo.

Apesar de suas contribuições notáveis em clubes, Redondo não teve uma carreira internacional tão extensa quanto sua carreira de clube. Ele representou a Argentina em algumas ocasiões, mas sua maior influência estava no cenário de clubes.

Sua habilidade de levar a bola com graça e sua capacidade de controlar o ritmo do jogo fizeram dele um dos jogadores mais respeitados em sua posição. 

Mesmo após sua aposentadoria, a influência de Redondo no meio-campo e seu estilo elegante continuam a ser fonte de inspiração para os jogadores em todo o mundo.

Os maiores volantes da história do futebol mundial: menções honrosas 

As menções honrosas, embora não façam parte da lista principal dos melhores volantes da história, merecem um reconhecimento especial. 

Cada um desses jogadores contribuiu de maneira significativa para o mundo do futebol, deixando uma marca indelével em suas respectivas carreiras.

József Bozsik, embora menos conhecido fora da Hungria, foi um jogador notável do meio-campo. Ele passou toda a sua carreira no Honvéd, onde conquistou vários títulos nacionais e se destacou por sua inteligência tática.

Graeme Souness é uma lenda do Liverpool, conhecido por sua liderança em campo e sua habilidade de marcar gols decisivos no meio-campo. Ele desempenhou um papel fundamental na era de sucesso dos Reds na década de 1980.

Didier Deschamps, além de ser um vitorioso técnico da seleção francesa, teve uma carreira brilhante como volante. Ele conquistou títulos nacionais e internacionais, incluindo uma Copa do Mundo com a França em 1998.

Claude Makelele, por sua vez, é lembrado por popularizar a função do “volante destruidor” no futebol moderno. Sua capacidade de recuperar bolas e proteger a defesa era inigualável.

Roy Keane, o capitão do Manchester United na era de Sir Alex Ferguson, era conhecido por sua paixão e liderança no meio-campo. Sua determinação e mentalidade vencedora o tornaram uma figura emblemática no futebol inglês.

Johan Neeskens, parte da lendária seleção holandesa dos anos 70, desempenhou um papel crucial na revolução do “Futebol Total”. Sua versatilidade e capacidade de marcar gols eram notáveis.

Obdulio Varela, o capitão do Uruguai na Copa do Mundo de 1950, é lembrado por sua liderança e determinação, que levaram sua equipe a uma vitória surpreendente no torneio.

Esses jogadores, apesar de não estarem na lista principal, são verdadeiras lendas do futebol, cada um à sua maneira. Suas contribuições para o esporte merecem o nosso respeito e admiração.

Concluindo este emocionante passeio pelo mundo dos maiores volantes da história do futebol

É impossível não ficar impressionado com a habilidade, versatilidade e influência que esses jogadores tiveram em suas equipes e no esporte como um todo. Suas histórias são um testemunho da beleza do jogo, da dedicação incansável e da paixão que envolve o futebol.

Se você compartilha dessa paixão pelo futebol e ficou inspirado por essas lendas do meio-campo, convidamos você a se envolver ainda mais com o nosso portal. 

Deixe um comentário compartilhando suas opiniões, memórias ou perguntas sobre os volantes mencionados ou outros que você acredita que merecem reconhecimento.

Além disso, cadastre o seu e-mail em nosso portal para receber as próximas matérias diretamente na sua caixa de entrada. 

Isso garantirá que você esteja atualizado com as últimas notícias, análises e histórias do mundo do futebol, incluindo perfis de outros grandes jogadores e artigos exclusivos.

Para uma experiência ainda mais interativa, sugerimos que você nos siga no nosso canal do WhatsApp e no Instagram. 

Lá, você terá acesso a conteúdos exclusivos, enquetes, atualizações em tempo real e poderá fazer parte de uma comunidade de amantes do futebol que compartilham a mesma paixão que você.

O futebol é mais do que um esporte; é uma paixão que une pessoas em todo o mundo. Portanto, não perca a chance de se envolver ainda mais com a nossa comunidade e continuar explorando as histórias emocionantes que o futebol tem a oferecer.

Agradecemos por fazer parte da nossa jornada e esperamos ver você interagindo conosco em nossos comentários, recebendo nossas matérias por e-mail e acompanhando-nos no WhatsApp e no Instagram

O futebol é uma paixão compartilhada, e estamos ansiosos para compartilhá-la com você.

Assine nossa Newsletter
Receba os melhores conteúdos do Mais Futebol
Conteúdos Relacionados
Curiosidades do Futebol
Como ser jogador de futebol

Em cada canto do mundo, o sonho de se tornar um jogador de futebol brilha nos olhos de muitos jovens. O futebol, um esporte que

Curiosidades do Futebol
O que é SAF no futebol

No universo do futebol, existe uma figura poderosa e transformadora que está redefinindo o cenário financeiro e competitivo dos clubes: a Sociedade Anônima do Futebol

6 respostas

    1. Olá Paulo! Muito obrigado pelo seu comentário! Que bom que você gostou! Volte sempre!

    1. Oi André, nas nossas pesquisas e analises , concluímos que Xavi é mais um meio campo, e Casemiro é gigante, mas assim como em todas as matérias , sempre vai estar faltando alguém!

  1. Não é possível que um site dessa envergadura escreve um artigo sobre os maiores volantes da história do futebol mundial e não inclui Pierra Pitbull e Leandro Donizete… impressionante….

    1. kkkkkk, que isso Diego? Estamos falando na matéria sobre os maiores volantes do mundo e não os maiores do galo! Mas é isso , volte sempre!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Quer receber as novidades diretamente no Whatsapp?

Siga o nosso canal e não perca nenhuma matéria nova.